As melhores dicas
estão em nosso Blog

21 de Julho
A importância das cores para a sua empresa

Independente do projeto que você queira executar (site, blog, mídias sociais ou materiais impressos), uma coisa é certa: vai ter que caprichar na escolha das cores se quiser ter um bom resultado! Engana-se quem pensa que elas não fazem diferença em um layout, são fundamentais e muitas vezes responsáveis pelo sucesso ou fracasso de uma peça promocional, campanha publicitária e até mesmo de uma marca. Mas então, como vou saber quais tons ou combinações cromáticas irei usar? Separamos três benefícios básicos para você entender, entrar no universo das cores e se dar bem com elas. Confira:

1. Meu negócio é quente ou frio?

Calma! Não estamos mandando você sair correndo e comprar um ar-condicionado. O que estamos falando aqui é sobre a temperatura da cor (sim, as cores emitem sensações!) O primeiro passo é identificar qual é o tipo do seu serviço. Se ele, por exemplo, apresentar um ar mais sério, formal, reto e objetivo (empresas de engenharia, contabilidade, advocacia são exemplos), a tendência aqui é de usarmos as tonalidades que chamamos de “frias” que passam pelo azul, roxo e verde. Agora se você trabalha em um ambiente mais despojado, informal, onde a criatividade e a imaginação rolam soltas (empresas de comunicação, departamentos de marketing, consultórios de psicologia, varejo, academias, restaurantes como exemplos), os tons “quentes” são os mais indicados (amarelo, laranja e vermelho).

2. Criando sensações

Depois de identificar o tipo do seu negócio, é hora de gerar sensações agradáveis a quem visita o seu estabelecimento comercial ou compra o seu produto. Cada cor possui um material psicológico riquíssimo que pode ser trabalhado em prol do seu negócio. Como exemplo, vamos usar um restaurante de fast-food globalMcDonald's. Grande parte de sua comunicação visual é composta pelo amarelo (cor quente). Os tons de amarelo são estimulantes de apetite e tornam as pessoas mais “falantes”, criando um ambiente propício para a compra de um lanche, compartilhando junto boas risadas com outras pessoas. E o que dizer sobre um café bem quentinho para relaxar? Pergunta para a Starbucks que só usa verde! O verde (cor fria) relaciona-se com natureza, que por sua vez transmite bem-estar, sensação de alívio, calma e conforto. Estão vendo como tudo faz sentido?

3. Combinação das cores e público-alvo

Ok, entendi! Vou usar somente o azul porque ele transmite credibilidade e a minha empresa é séria. Alto lá! Um terceiro fator que devemos levar em consideração são os diferentes segmentos de públicos que culminam com a possibilidade de combinação de cores. Um restaurante japonês, tranquilo, que preza pela qualidade da comida é diferente de um restaurante ocidental mais agitado, onde a qualidade não é tão importante assim, mas sim o sabor e a agilidade no preparo. Veja que ambos fazem parte do mesmo segmento de mercado (alimentação), porém, o que os fazem ter tantas diferenças entre si? Os frequentadores! O que nós queremos dizer aqui é que só usar o amarelo (por se tratar de comida), não vai resolver todos os problemas! Portanto, é hora de achar uma boa combinação de cores que possa passar a mensagem ideal.

Essa é somente a ponta do iceberg em se tratando de cores, porém agora depois dessa leitura, creio que você compreendeu a importância de fazer o bom uso delas! É importante também que você busque uma ajuda profissional de quem realmente entende desse mecanismo visual para desenvolver uma boa identidade para sua empresa, produto ou serviço.

Gostou? Deixe o seu recado!

Receba contéudos exclusivos
Baixe Gratuitamente
Está buscando soluções em
marketing digital
para o seu negócio?