As melhores dicas
estão em nosso Blog

09 de Agosto
3 dicas para produzir bons vídeos para redes sociais

É só você abrir o Facebook e dar uma passada na sua timeline (linha do tempo) que irá perceber que os audiovisuais já são a maioria dos conteúdos que são produzidos nesta plataforma, superando as próprias imagens. O Instagram, por exemplo, que é uma mídia focada nas imagens com a possibilidade de aplicação de filtros e tudo mais, dá ao usuário e também aos anunciantes interessados, a possibilidade de publicar vídeos curtos. Há algum tempo, o Twitter lançou o aplicativo chamado Periscope, que permite a transmissão de vídeos em tempo real. Isso sem contar o YouTube, a maior plataforma online especializada em vídeos.

Devido a essa crescente demanda de vídeos para a web, preparamos três dicas para você se tornar um verdadeiro diretor (ou quase isso) de criações audiovisuais, confira!

1. O Roteiro

Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça. Assim como criamos rascunhos antes de escrevermos o texto final, para gravar precisamos da ideia elementar que fica no roteiro. O que eu vou gravar? O que pretendo com isso? O vídeo irá fazer sentido para alguém? Anote passo a passo o que deve ser feito antes de sair por aí filmando. Pense que o conteúdo que você irá transmitir deve ter relevância com o seu público para criar engajamento (curtidas, comentários e compartilhamentos), portanto capriche no roteiro! Pense nas falas, nas pessoas que irão participar dele, na composição do cenário.

2. A Edição

Nem pensar em sair correndo e publicar o vídeo direto da câmera! Agora você tem duas escolhas, ter alguém em sua equipe que saiba lidar com as ferramentas de edição (que pode ser você mesmo, caso queira aprender), ou contratar um profissional especializado, uma agência ou produtora. Dependendo da sua demanda, do tipo de sua empresa e do viés do vídeo (mais sério, engraçado, institucional, promocional ou outro) a edição deve acompanhar essas nuances. Mas em qualquer que seja a situação, nada de cortes secos, deixar pouca ou muita luz e áudio com ruídos, por exemplo Vá de encontro com sua necessidade.

3. A Publicação

Cada rede social possui como característica tipos diferentes de produções, especialmente em relação a duração. Por exemplo, os vídeos para Facebook não devem ser muito longos (ultrapassar os 5 minutos seria arriscado) e o usuário pode não ver até o final. No Instagram os vídeos são curtos (60 segundos). Mas se a sua ideia é algo maior e um pouco mais complexo, o YouTube é ideal. Os usuários que acessam essa rede estão numa busca única e exclusiva por vídeos. Outra dica legal é criar tags (#) junto com os seus vídeos, para que quando os usuários busquem por alguma delas, ele seja logo mostrado como uma opção.

As produções audiovisuais também são ferramentas que são utilizadas pelo Marketing de Conteúdo (leia aqui o post principal) com o intuito de agregar valor à sua empresa, produto ou serviço. O futuro é o vídeo e o futuro começa agora! Que tal dar uma incrementada nas suas publicações online começando a utilizar os vídeos? Siga estas três dicas básicas para você caprichar desde o começo.

Boa produção!

Receba contéudos exclusivos
Baixe Gratuitamente